Sobre o autor

perfilAntonio Carlos Martinho Junior é graduado em Ciências Biológicas pela Universidade Santa Cecília (UNISANTA), Mestre em Ciências na área de Tecnologia Nuclear pela Universidade de São Paulo (USP), Doutor em Ciências no mesmo campo de estudo de seu mestrado, pela mesma universidade. Durante seu doutoramento, cursou também Análise e Desenvolvimento de Sistemas na Faculdade de Tecnologia do Estado de São Paulo (Fatec).

Nascido na cidade de São Paulo em 18/02/1982, radicou-se na cidade de Santos aos 5 anos de idade. Após concluir sua graduação, passou a se dedicar a pesquisas científicas e a sala de aula, em que ministrou aulas de biologia e física, tanto para o ensino médio como em curso pré-vestibular. Após a conclusão de seu doutorado, fundou a empresa FUTURECON, a qual desenvolve sistemas de TI com enfoque na educação.

Atualmente, além de lecionar Física para o Ensino Médio, também ministra aulas preparatórias para o vestibular e ENEM como professor voluntário do Associação de Afrodescendentes da Baixada Santista (AFROSAN).

Anúncios

Responses

  1. Olá profesor, tudo bem?
    Gostaria de ter a sua autorização para trabalhar com alguns textos seus na sala de aula.

    rs
    Se superando a cada dia cara.. parabéns!

  2. Esse cara é um gênio.
    Quando rola a livre docência? rs.

    :o)

  3. Olá,eu tenno que escrever um texto sobre células tronco e li neste site (http://www.portaldafamilia.org.br/artigos/artigo679.shtml) que células embrionárias se dividem tão rápido que podem causar câncer:
    “A verdade é que estas células não apresentam divisão assimétrica como as células-tronco. Elas são imortalizadas e são semelhantes às células cancerígenas; multiplicam-se rapidamente e quando se diferenciam logo morrem, não se renovando. Elas não se fixam nos nichos das células-tronco adultas presentes no organismo. Os corpos embrioides injetados são rejeitados imunologicamente e se injetados em animais imunossuprimidos geram câncer de caráter embrinário. Por isto não dispomos de exemplo de uma vida, mesmo de roedores, que tenha sido salva com estas células. ”
    Eu gostaria de saber se a afirmação acima é verdadeira

  4. Olá Jéssica, tudo bom?
    Antes de lhe responder diretamente sua pergunta, gostaria de lhe informar que procurei saber quem era a responsável pela autoria do texto que está no site http://www.portaldafamilia.org.br/artigos/artigo679.shtml. A autora é a Dra. Alice Teirxeira Ferreia, médica formada pela Universidade Federal de São Paulo, com doutorado pela mesma universidade e pós-doutorado nos EUA. Seu curriculo é longo.
    Diante das informações que ela coocou em seu texto no site, procurei obter mais informações a respeito deles. Não sei se ela não conseguiu se expressar direito ao informar:

    “A verdade é que estas células não apresentam divisão assimétrica como as células-tronco. Elas são imortalizadas e são semelhantes às células cancerígenas; multiplicam-se rapidamente e quando se diferenciam logo morrem, não se renovando”

    Acontece que as células-tronco embrionárias podem apresentar uma divisão simétrica (originaria duas novas células-tronco embrionárias). Entretanto, isso é apenas uma possibilidade. Além disso, em 2008, um pesquisador espanhol conseguiu visualizar a assimetria dos centríolos (os quais guiam a divisão celular). Lei mais aqui: http://g1.globo.com/Noticias/Ciencia/0,,MUL9069-5603,00-DIVISAO+ERRADA+FAZ+CELULATRONCO+GERAR+CANCER.html

    Além de outras coisas, ve-se claramente que tal pesquisadora é radicalmente contra o uso de células-tronco embrionárias por um ponto de vista moral, que não ouso afirmar que possui carater dogmático. Qualquer informação que você retirar do texto dela será virtualmente contra o uso de tais células.

    Dica: procure outras fontes de informações para conseguir contrapor argumentos. Recomendo uma procura por textos das Dras. Mayana Zatz e Lygia Pereira, geniticistas da USP

    Boa sorte

  5. Na sua opniao tao da biologia essas celulas tronco sao heroinas ou sao vilãs ?
    Me diga o porque Obrigado !

  6. Olá, doutor!

    Tudo bem?

    Eu sou mestrando em Antropologia e gosto da área de “folclore contemporâneo”. Você saberia onde eu consigo informações confiáveis, sem achismos, sobre a questão da água potável no planeta e os eventuais métodos de reciclagem desta ou utilização da água do mar?

    É impossível descartar a questão ambiental ao estudar a antropologia social contemporânea, então preciso de um livros de Biologia, rs.

    Tenho uma opinião formada sobre o Aquecimento Global – veja, meu intuito não é validar ou não sua existência; eu estudo como o homem se comporta diante previsões apocalípticas – mas quanto a falta de água potável ainda preciso averiguar diversos dados.

    Obrigado pela atenção,

    Eduardo

    • Olá Eduardo, tudo bom?

      Desculpe não poder ajuda-lo, não conheço nenhum livro que aborde o assunto de tal forma, mas isso não quer dizer que ele não exista.
      Achei muito interessante o gosto pelos “folclores contemporâneos” e, sobre isso, gostaria de te contar sobre uma ideia minha a respeito da água: todos dizem que a água potável está acabando (e é verdade, dado o consumo errado, desperdício e poluição das fontes), e que por isso surgirão guerras para disputar territórios que possuam recursos hídricos. Se você notar, em toda história da humanidade, o homem sempre desenvolveu tecnologias que não só permitiram sua sobrevivência como também permitira sua evolução social. Dizer que guerras serão declaradas por causa desse problema é, no mínimo, algo sem fundamento algum. Países do oriente médio que não possuem grandes reservas de água potável desenvolveram técnicas de desalinização da água do mar (processo conhecido como osmose reversa). Entretanto, tal técnica possui um alto custo, o qual seria reduzido de acordo com a necessidade humana. Se a água potável acabar, a água do mar passará a ser utilizada, pois muita gente terá interesse em desenvolver tecnologia para desalinização. Você não teria?

      Abraços

      Junior

  7. Olá! Eu vou fazer uma apresentação tendo que provar que o homem não influi no aquecimento global e achei o seu blog muito interessante. Estava lendo um dos seus textos no site trupe da terra, e me deparei com o seguinte trecho: “(..) ou seja, a premissa de que existe uma íntima relação entre CO2 e a temperatura é verdadeira, contudo é inversa.” Teria como me passar mais informações sobre isso? Obrigada

    • Olá Jéssica, tudo bom?

      Os gráficos apresentados pelo IPCC mostram a variação da temperatura e CO2 durante os últimos 450 mil anos. Ao se analisar o gráfico percebe-se sim uma relação entre a concentração de CO2 e a temperatura. Entretanto, a partir desses gráficos, não pode-se inferir que a causa da elevação da temperatura média da Terra é a elevação na concentração de CO2. De fato, o que muitos cientistas têm declarado é que a temperatura sofre elevação pelo menos 800 anos antes dos picos de CO2. Mas isso não é possível de ser visto de forma direta nos gráficos.
      Um dos meus artigos no blog mostram exatamente isso. Sugiro uma leitura atenta do mesmo, pois os gráficos são analisados de forma direta.
      Entre em contato se precisar de mais ajuda

      https://otaodabiologia.wordpress.com/2009/06/25/variacoes-naturais-de-temperatura-e-co2/

      Antonio Carlos Martinho Junior

      • Que bom que já respondeu! Pensei que demoraria dias ^^ Eu gostaria de conversar mais sim sobre esse assunto. Estou sugando todos os sites possíveis! Não teria uma forma mais rápida para a gente conversar? Mas é claro, se você puder e quiser… obrigada

  8. Bom dia, professor…
    Aqui é a Raquel, da bio do Sta… não sei se recorda..
    Fui procurar por notícias suas, e fiquei muito contente e orgulhosa com tudo o que encontrei..
    Parabéns! Eu já sabia que vc era brilhante, mas ler td isso sobre seus caminhos trouxe mais alegria ao meu dia…
    Um grande abraço e meus sinceros parabéns..
    mantenha contato.. um bilhão de novidades para dividir..; )

  9. Olá professor,

    Fico feliz de encontrar pessoas refletindo sobre a educação nesse alto nível, e de dentro das escolas. É estimulante ver um professor cultivar essa atitude reflexiva e investigativa e se rebelar contra a posição de simples transmissor do Conhecimento.

    Estou ansioso por ampliar o leque das discussões e trazer para uma conversa a perspectiva das ciências humanas, e de uma disciplina particularmente rebelde, ou “indisciplinada”, como a antropologia.

    Um grande abraço,

    do seu aluno.

  10. Que orgulho de conhecer um professor com tantas formações e uma pessoa humilde a ponto de não divulgar o que é e o que tem.
    Só o conhecemos, pelos seus atos.
    Eu já imaginava!!.
    Ele é a prova viva que precisamos estudar muito…
    Parabéns !!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: