Publicado por: otaodabiologia | 06/07/2009

A água, o Efeito Estufa e os Oceanos.

No artigo “Os gases o efeito estufa” discutimos um pouco sobre a composição química da atmosfera que está relacionada com o Efeito Estufa. Vale lembrar que o Efeito Estufa é um fenômeno natural em nosso planeta e que sem ele a temperatura da Terra seria aproximadamente 33⁰C menor. Descobrimos que o principal contribuidor para tal efeito é o vapor d’água (63%) e que a concentração de  CO2 na atmosfera é 100 vezes menor do que a da água.

atmosfera

Chegamos agora no momento de explicar qual é a relação do vapor d’água na atmosfera com o efeito estufa.

A elevação do volume de água na atmosfera é determinado diretamente pela expansão do volume de água dos oceanos, principalmente os oceanos Índico e Atlântico. Não é difícil perceber a importância da contribuição dos oceanos para o aumento da quantidade de água na atmosfera, visto que os oceanos representam aproximadamente 94% do volume total de água na Terra.

A água, assim como todos as outras moléculas, deve ser produzida de alguma forma por reações químicas. O que pouco se divulga, tanto na mídia como nas escolas, é o processo de formação da água nos oceanos. Se você é professor, o que você responderia se fosse questionado sobre tal origem?

Toda a água contida nos oceanos teve, e ainda tem, origem no fundo dos oceanos por meio da atividade vulcânica submarina. Tal atividade não ocorre somente nos vulcões submarinos, mas também em grandes Cordilheiras Oceânicas. Abaixo temos um vídeo da erupção de um vulcão submarino em Toga, no oceano Pacífico.

As flutuações observadas durantes as Eras Geológicas é produto da variação natural da produção primária de água nos oceanos. De acordo com estimativas, o nível do Oceano Atlântico subiu aproximadamente 100 metros nos 11.000 últimos anos, mas somente nos últimos 5.000 anos as investigações científicas demonstraram variações de alguns metros para cima e para baixo. Ou seja, o maior responsável pelo aumento do Efeito Estufa natural é uma maior concentração de água na atmosfera, a qual está relacionada com a elevação dos níveis oceânicos.

Um dos maiores equívocos cometidos pelos defensores do Aquecimento Global é a atribuição da elevação dos níveis oceânicos ao degelo das calotas polares. Como mencionado anteriormente, 94% de toda a água está nos oceanos. A quantidade de água presente nas calotas polares, somada às geleiras da montanhas, não chegam a 2% do total.

Estranhamente, mesmo vivendo num período de grandes emissões de CO2, num destrutivo “aquecimento global” e num cenário de “seremos engolidos pelos mares”, os dados dos satélites da NASA mostram um aumento da área das calotas polares. Observe que nos últimos 30 anos, ao invés de diminuir, a calota polar da Antártica têm apresentado uma tendência em aumentar sua área:

south-ice-anomaly1Abaixo, temos uma compilação de milhares de imagens (1 frame por dia de 1979 a 2009) da evolução do processo de derretimento e congelamento na Antártica.

Como podemos observar, existe uma imensa variação na quantidade de gelo na Antártica durante as estações do ano. Agora podemos entender o motivo pelo qual o “Aquecimento Global” tomou tanto poder na mídia: vende-se muito mais as imagens de grandes blocos de gelo se partindo, sob o pressuposto de que isso não deveria estar acontecendo, do que vídeos que mostram as monótonas variações naturais das áreas congeladas, tanto da Antártica como do Ártico.

Abaixo temos um vídeo produzido pelo History Channel sobre “Megadesastres”. Você nem precisa assisti-lo por inteiro, os primeiros minutos são suficientes para você ter uma noção do marketing midiático envolvido por trás do tema e perceber o quanto de dinheiro está envolvido nessa farsa.

Termino este artigo com um vídeo que mostra uma das faces mais poderosas da natureza. Uma face que representa tanto a destruição como a construção. É exatamente esse ciclo de construção – destruição – reconstrução que torna os eventos naturais cíclicos. Entretanto isso não parece ser compreendido pela humanidade. O vídeo faz apologia ao Aquecimento Global, mas na verdade é só um fenômeno de degelo que ocorre com todo início da primavera.

Antonio Carlos Martinho Junior

 

CO2

Anúncios

Responses

  1. muito lindo e util visto que posso comhecer o mundo viajando atraves do video.

  2. Meu caro Antonio Carlos,

    Texto muito interessante e bem desenvolvido.
    Gostaria de lhe pedir o artigo de onde o Sr. tirou a informação sobre a água ter “origem no fundo dos oceanos por meio da atividade vulcânica submarina”.
    Obrigado.

  3. Texto muito bom, mudou algumas ideias minhas. Gostaria de mais informacoes, sugestao de sites

    Obrigado

  4. Eu achei muito interessante a sua perspectiva no que diz respeito ao aquecimento global,e seria mais ainda se tivessemos una idea de quem seriam os responsaveis,por apresentar a visao da forma como foi encarada ate agora.Eu imagino a que comunidade ou raza,lhe interesa a versao que nos conhecemos e com certeza se fundamenta em preparar o terreno,para tirar desas previsoes,vantagens economicas,como a muito tempo o fazem.Tudo por dinheiro.


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: